blog

Como consultora de estilo uma das primeiras coisas que proponho as minhas clientes é que a gente quebre a ideia de que nosso estilo é estático. Somos seres mutáveis e estamos em constante transformações e cada momento da nossa vida reverbera em nosso armário; mesmo que você acredite que não tem estilo nenhum. Todo mundo tem, o seu inclusive pode ser um estilo desprendido das tendências de moda e desconstruído. Mas todas nós temos estilo, que ressoa com quem nós somos.


Mas se você chegou aqui e está se sentindo um pouco perdida sobre o seu estilo pessoal. Calma! Como consultora vou trazer algumas dicas que podem ser muito importantes para te auxiliar nessa jornada de redescobertas. Nesse post vou te dar alguns caminhos de investigação, então pega um papel e uma caneta (pode ser no bloco de notas do celular) e vamos embarcar nessa aventura de nos olhar profundamente juntas?!



Dica 01. Prioridade de estilo x Vida


Para isso precisamos entender quais são as nossas prioridades de estilo e quais são as prioridades de vida. “Mas clarinha como faço isso?”. Prioridade de estilo têm a ver com as nossas nuances como pessoas, com a nossa essência, é a nossa marca como pessoas individuais. Aquele traço de personalidade que só diz respeito a gente e mais ninguém. Nossa prioridade de estilo pode estar ligada com o como a gente quer se sentir, como queremos ser vista pelos outros. A mensagem que queremos passar. Tem a ver com expressão, são nossos trejeitos, nossas singularidades.

Já prioridade de vida tem a ver com a nossa rotina, muitas vezes pode rolar um ruído entre prioridade de estilo e prioridade de vida. As questões são diversas, podem estar ligadas a fatores que só você vai conseguir responder para você e seja sincera consigo mesma mas de um jeito leve. Mas pense assim, como que é minha rotina durante a semana? Quantas horas por dia eu passo em casa? Quantas eu passo trabalhando? Eu me visto dentro do que quero passar como mensagem nessas diversas atividades do meu dia a dia? Quando é que eu consigo me vestir mais próxima de como quero me sentir? Você pega transporte público? Têm filho? Alguma limitação?



Esse exercício é super profundo e exige um pouco da gente, por isso minha dica é que você anote tudo que vier na sua mente. Sem julgamento com você mesma! Você não precisa mostrar esses exercícios para ninguém! Eles são seus, secretos e apenas um medidor para que você consiga fazer escolhas mais conscientes no seu dia a dia.

Suas prioridades podem mudar, sua rotina pode virar em um 360° mas a sua essência permanece. Mesmo nas mudanças de vida mais loucas, nossos valores, o que acreditamos, o que é importante pra nós, o que entendemos como importante permanece.

Para exemplificar, meu estilo pessoal está em transformação desde que comecei a trabalhar em Home Office na pandemia, isso porque percebi que tinha muitas peças de roupa que eram quentes para a minha rotina e eu sou uma pessoa extremamente calorenta. Sempre tive muitas peças de alfaiataria e amo minhas roupas garimpadas de brechó durante esses anos. Mas antigamente eu trabalhava no Shopping e topava passar um calorzinho no Rio de janeiro por 20 minutos e depois trocar pelo meu uniforme. Hoje em dia não topo ficar trabalhando às vezes mais 8 horas por dia sentindo calor. Portanto minha prioridade de estilo mudou por conta da minha nova rotina, permaneço amando essas peças e tenho procurado elementos visuais e peças com modelagens diferentes e mais frescas para que representem meu estilo atual.


Dica 2. Observe padrões


Abra seu armário e observe as suas roupas por um tempo, não precisa tirar tudo dele e experimentar. Comece pelo simples, observe atentamente.

O que seu armário está te contando? Qual a história que você está contanto através do seu armário? Quais são os tecidos que você mais usa? Quais as modelagens de roupa que você mais repete? Existe um padrão entre elas?

Se começar a observar seu armário for uma tarefa ainda dificil para você, recomendo que você separe 5 looks reais seus (não vale aquele dia que você decidiu ir na balada e se produziu toda – a não ser que você se vista sempre assim! aí vale), mas a ideia é você separar 5 looks que você usa mesmo no dia a dia. Anote tudo que você vê nesses looks: Está de calça? Short? Saia? Pantalona? Têm acessório? Cabelo solto ou preso? Maquiagem ou sem maquiagem? Qual tipo de sapato você têm usado?

Anote tudo isso e depois analise, tem alguma fórmula que você repete em todos os looks? Qual? Essas percepções de padrões pode dizer muito sobre seu estilo pessoal e sobre sua rotina!





Dica 3. Colorindo o estilo


Cor é um elemento de grande potência no nosso estilo. Ele pode ser o ponto principal do nosso estilo e isso serve para T-O-D-O mundo, da pessoa fashionista a político, pode ser o ponto de partida ou o tempero para o nosso estilo. Mas cor é um dos elementos que mais falam sobre o nosso estilo e têm o poder de influenciar muito em como nos sentimos, na mensagem que queremos passar.

Poderia passar hoooooras falando sobre como cor é importante, afinal cor pode estar ligada a política, sentimentos, pinturas, cinema, ambientes, memórias, fotografias. Tudo envolve cor né?! E rende um post inteirinho só para ele (que se vocês quiserem posso fazer). Mas vamos trazer o foco nessa dica para o nosso estilo pessoal, partindo do ponto do autoconhecimento.

Quais são as cores que a gente mais usa no seu dia a dia? Essas cores são as cores que a gente mais gosta de usar ou são cores que você usa porque tem uma limitação? Você é uma pessoa mais colorida ou neutra? Tons pastéis ou mais intensos? Acabamentos mais opacos ou brilhosos? Se pudesse escolher suas 5 cores favoritas, quais seriam? Me conta?



→ Como falei esse item aqui gera um debate inteiro só sobre ele mas acho que essas perguntas são importantes para começar a entender um pouco mais sobre a gente.


Dica 04. Nem tudo que é bonito funciona para a gente!


Lembro que no começo desse ano de 2021 eu reli “O ano que disse Sim” da Shonda Rhimes (um dos meus livros favoritos da vida) e ela tem um capítulo inteiro sobre dizer não. Esse capítulo é super importante porque ele fala sobre limites (na real o livro inteiro é incrível, por favor leia e se quiser compre através do meu link da amazon porque isso me ajuda, só clicar aqui).

Quando falamos sobre estilo pessoal estamos falando constantemente sobre ESCOLHAS e dizer não para alguma coisa pode ser super importante para sermos mais assertivas sobre o que queremos passar como mensagem.

Como consultora de estilo eu não consumo apenas aquilo que eu acho bom para mim, ou até mesmo bonito para o meu estilo pessoal. Porque bonito é um conceito tão subjetivo né? Mas é meu papel desconstruir meu olhar enraizado pela sociedade sobre o que é bom ou ruim, bonito e feito etc, e ir ampliando meu repertório. Gosto de buscar referências que me choquem, que me tirem da minha zona de conforto, que me façam pensar. Quando algo me incomoda sempre me pergunto o porquê. Nem sempre eu tenho uma resposta rápida, às vezes, aquilo fica comigo por meses.

Mas fui aprendendo a olhar para o diferente sempre com um olhar de generosidade, amor e curiosidade, nunca de julgamento, não é fácil. Às vezes vem um sensor e eu silêncio dele, transformando minha mente em uma tela branca. Quanto mais amplio meu repertório, mais vou me deparando com a beleza individual. Mas nem tudo que acho bonito funciona para mim.

Estilo tem a ver com repetição, com expressão e com escolhas. Como exemplo: Sou uma pessoa com uma cartela de cores escolhida a dedo. Essa cartela de cores com variedade de verde, tons terrosos têm pouco a ver com a minha cartela de cor da análise de coloração pessoal que é verão claro. Mas eu AMO, amo amo demais pessoas que usam cores super saturadas, vibrantes, intensas. Amo, estudo, vibro, lindo demais. Só não funciona para mim.

E é isso, que como consultora quero deixar como mensagem para você: Às vezes nem tudo que achamos bonito vai funcionar pro nosso estilo pessoal. E tudo bem, sério, você passa a admirar o diferente sempre sentir a necessidade de consumir mais para ter aquilo dentro do seu armário. Essa é uma das dicas mais valiosas que posso te dar. <3 Saber dizer não é um processo libertador e de muito autoconhecimento.


Dica 5. Palavra e estilo


Sempre proponho esse exercício e já fiz disso um quadro no meu instagram onde trarei um conteúdo mais aprofundado para as palavras que as pessoas forem deixando nesse meu post do instagram. Esse exercício é super interessante e faz a gente ir na contra-mão do que estamos habituadas. Isso porque como consultora eu não acredito em 7 estilos universais. Eitaaaaa! Vou explicar: Acho os 7 estilos universais legais, acredito que são base de mensagens amplamente difundidas e válidas, são super um norte né?! Mas, eu Clarinha como consultora de estilo não acredito naquela fórmula doida de que você é 1 estilo principal dos 7 estilos e mais uma mistura de dois.



Não tem como! Os 7 estilos universais nasceram de um estudo de comportamento de consumo e isso é bem interessante, mas vale pensar que essa é uma métrica super antiga. Hoje em dia com tantas informações na internet e a gente sendo bombardeados o tempo inteiro por informações, vamos abrindo um leque muito maior de referências visuais. Você não é uma coisa ou outra. Eu sempre falo isso e repito: Nós somos únicas, singulares, temos questões que são profundas e só nossas.

Estilo não tem a ver só com roupa, estilo tem a ver com o conjunto de coisas que transbordamos para o mundo. Têm a ver com o jeito como a gente se comporta, como a gente se mostra, como falamos.

Por isso o exercício que mais gosto de passar para todas as minhas clientes é: Pense em uma palavra que pudesse definir seu estilo e que não fosse do universo de moda. Por que você escolheu essa palavra? Por que ela fala do seu estilo pessoal?

→ De novo, esse exercício é seu e você não precisa mostrar para ninguém, mas vale pensar nessas palavras com cuidado, carinho e atenção.

Para te ajudar vou deixar um post onde falei sobre qual é a minha palavra de estilo.

Espero que essas dicas tenham te ajudado a entender um pouco mais sobre seu estilo pessoal, se vocês fizerem os exercícios vou amar saber. Compartilha comigo aqui (ou por e-mail estilocomclara@gmail.com) ou me marque no insta @estilocomclara!

Se você chegou até o final do post saiba que disponibilizei um material para impressão gratuito para que você faça os exercícios em casa e vá entendendo melhor o seu estilo pessoal. Fiz com MUUUUUUITO carinho e amor e espero que vocês gostem. Só clicarem no DOWNLOAD <3


Com amor,
sua consultora de estilo
Clarinha.

ENVIE POR WHATS APP TWEET ESSE POST SALVE NO PINTEREST POSTE NO FACEBOOK

Leia esses também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

2 Comments

ENCONTRE-NOS

clararocha.cc leuxclair pinterest youtube

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.