blog moda

Se conhecer é um ato poderoso. Se amar então, em uma sociedade que quer o tempo todo nos encaixar em padrões irreais é ainda mais poderoso. Aos poucos vamos trazendo para a roda de amigas um debate sobre o SER. Sermos nós mesmas e nos libertando de antigos padrões, quebrando regras e experimentando cada vez mais um olhar para dentro, como forma de reflexo do externo. É muito mais sobre poder nos auto-expressar de forma contínua e buscando se divertir no processo, e muito menos sobre “não use isso, ou aquilo”. 


E justamente, por isso eu queria convidar a Vanessa, ou mais carinhosamente a VAN, para trazer para esse espaço no país internet uma conversa sobre a construção do estilo pessoal dela, que é super criativo e livre para explorar as infinitas possibilidades do ser. Sermos quem somos e usar das nossas habilidades para construir um estilo pessoal de forma criativa é uma forma de autoamor tão impactante, que muda nosso olhar para nós mesmas.


É sobre se expressar, sobre se divertir e sobre criar a Van, entende demais. 


No TTUM de hoje, nossa segunda entrevista vamos conversar sobre como a criatividade, pode interferir em nosso estilo pessoal e como elas se co-relacionam o tempo inteiro.



TTUM – toda terça uma mina.

a construção do estilo pessoal de um jeito criativo com Vanessa @algumavanessa

fotos @leuxclair

Clarinha : Então, começamos essa conversa do projeto TTUM, com aquela pequena apresentação sobre quem é você ? Se apresente pra gente Van, percorra sua trilha de pequenas descobertas e fale um pouco sobre seu trabalho e seu conteúdo. 


Van : Oi pessoal. Meu nome é Vanessa Carvalho, mas pode me chamar de Van (eu amo). Tenho 28 anos. Sou solteira. Evangélica. Formada em Gestão de Recursos Humanos, mas atualmente trabalho com criação de conteúdo e fotografia. Sou a louca do colorido e amo café. Jesus é a pessoa mais linda que conheço e Ele me ensina tudo que sou e reproduzo. Adoro conversar e rir com os amigos e quando estou com eles esqueço que tenho celular. E minha linguagem do amor é • t e m p o • de qualidade.



Clarinha : A gente vive em uma sociedade que constantemente quer encaixar a gente em alguma caixa, que não nos pertence. Você se lembra da primeira vez que fez uma escolha baseada em seu gosto, mesmo que de repente não agrasse tanto aos outros ? Pode contar um pouco mais sobre isso para a gente, como que foi esse momento e porque ele te marcou tanto ? 


Van : Eu sempre fui muito eu. Sempre usei roupas que somente eu amava. Na época podia nem estar na moda, mas sempre dei um jeitinho de me vestir como eu queria. Minha mãe quando eu era menor não me dava liberdade pra comprar o que eu realmente quisesse. Mas com o que eu tinha, eu usava a liberdade pra me expressar. Acho que agora que tenho mais autonomia sobre o que comprar e o que vestir, que sou 100% eu. Visto o quero. Saindo do óbvio e adentrando na criatividade.

Clarinha : Você tem uma forma muito livre de autoexpressão, sua maquiagem conta uma história e é sempre muito criativa e divertida. Sua forma de criar fotografia vai fluindo sempre através de um olhar profundo e buscando novas perspectivas, tudo isso reflete também no se vestir. Como a criatividade afeta diretamente na construção do seu estilo pessoal ? Você busca inspiração também em sua própria arte para refletir no que você veste ? Como que organicamente você consegue conversar com todas essas formas de auto-expressão ?


Van : Acredito que a criatividade afeta quando eu quero sair do óbvio. Pensar em algo que eu nunca pensei em usar. E não precisar de ter muitas peças, mas ter criatividade o suficiente pra usá-las de várias maneiras e sempre se reinventar nelas.

Eu busco sempre me sentir bem e usar do meu estilo pra externar isso. Sem perceber me visto conforme meu humor. Se estou num dia ruim, acabo sendo mais básica que eu deveria. Mas se estou num dia bom, sou extremamente chamativa e alegre no que estou vestindo.

Acho que eu não tenho uma rotina. Uma regra. Algo que eu faça pra buscar algo para a minha autoexpressão, eu sou livre. Visto o que tiver que vestir naquele momento. Faço o penteado/make que acho que vai perfeitamente casar com o que estou vestindo e vou.

Clarinha : Assim, como eu, você também aprecia um bom garimpo por brechós e bazares. Para mim o garimpo é sempre uma possibilidade, dentre ela a possibilidade de ter algo exclusivo e que conta uma história. Conta para a gente, o que faz você apreciar uma peça e levá-la para casa ? O que a peça precisa ter para entrar no seu armário e fazer você ser mais criativa no seu vestir ?


Van : Antes eu não tinha muito critério ao levar alguma peça pra casa. Se gostava levava. Hoje vou ao Brechó mais com um propósito. Sei o que eu estou precisando e só trago aquilo que fui procurar. Gosto de me arriscar em coisas que nunca pensei em usar e sigo minha intuição, se sei que aquilo pode ser uma peça que vai trazer algo bom ao meu guarda-roupa, que vai vir pra somar a ele, então eu trago.

A peça precisa ter flexibilidade. Eu poder usar ela de vários jeitos e formas. Não gosto de peças que são apenas aquilo, só pode usar apenas de uma forma e acabou. Peça perfeita é aquela que te dá invitas possibilidades.

Clarinha : Você já sabe que eu AMO a sua criatividade e seu estilo. Você se utiliza de várias narrativas para então construir seu estilo e se vestir, é bom demais de acompanhar no instagram essa história que você conta e percebemos que ela entrelaça tudo muito bem, desde a forma como você se expressa, cria fotos e conteúdos, sua maquiagem, cabelo e estética. E aí, eu queria entrar em seu armário mais um pouco, e perguntar qual a peça que você mais ama nele e o que faz você se sentir bem gata e estilosa com essa peça. Pode contar pra gente ?


Van : Bem difícil essa pergunta. Por muito tempo meu armário não me agradava nem um pouco. sempre falava aquela frase “eu não tenho roupa”. mas agora tudo que tenho me agrada e muito. Mas eu diria que é meu moletom que comprei por 2$. Sempre quis um moletom. Moletom cinza mesmo, sabe?

Me sinto linda com ele porque posso usar com tudo e tudo fica muito lindo com ele. e eu amo o inverno porque posso usar meus casacos em paz, risos.

Clarinha : A gente já viu aqui, que a criação de um estilo pessoal mais criativo, pode vir através da nossa própria arte. Não têm muito a ver com tendência e regras. A regra na real é ser livre para ser quem você é e só aproveitar o processo. Quando fazemos isso, até os “erros” se tornam uma forma de aprender e tiramos aquele peso das nossas costas. Ser uma artista, mulher negra, criadora de conteúdo, tudo isso reflete na criatividade de você montar seus looks e reafirma a sua narrativa. É sobre se permitir. Van, você consegue as peças que você sente que não podem faltar no seu armário para que você diga “isso é tão eu” ?


Van : Quando eu percebi que eu fui criada pra ser totalmente eu e que tudo que eu criticava em mim, eram coisas que me faziam ser única.

Que sim, ninguém iria usar as mesmas roupas que eu uso e tudo bem por isso. Eu precisava abraçar quem eu era, independente do que as pessoas projetavam sobre como eu deveria ser.

Blusa de botão é totalmente eu! Então não poderia faltar.

Clarinha : Para quem tem o estilo super criativo, como você, pode ser que algumas vezes as pessoas ao redor olhem com certa estranheza, você já deixou de usar alguma coisa, ou é um combustível para fazê-lo de propósito ? 


Van : Nunca! Lembro que desde pequena sempre amei ser diferente e mesmo sendo criticada pelos meus irmãos (coisa de irmãos) sendo chamada de esquisita, de feia, sempre usei o que eu queria e da forma que queria.

foto @leuxclair

Clarinha : Por fim, deixe sua mensagem para as mulheres que querem buscar se expressar mais em seu estilo pessoal, quais suas dicas, seu conselho de amiga, aquela coisa que você diria para quem ainda está inseguro de se expressar livremente com as roupas que quer usar. 


Van : O conselho que dou é: a vida é muito curta pra você perdê-la absorvendo as opiniões dos outros sobre você.

As opiniões das outras pessoas não te definem. As pessoas sempre vão ter a própria opinião delas sobre você e você fazendo ou não…Ser livre pra usar o que gosta é a coisa mais libertadora que você vai viver na vida e ir sem medo.

É melhor que os outros não gostem do que você está vestindo, do que você mesma.. que coisa mais solitária é você viver numa luta constante e frustrante de agradar os outros, porque eles nem sempre irão ficar satisfeitos com o que somos.

Não vivemos pra agradar ninguém. Viemos pra esse mundo pra apenas ser o que somos, aquilo que tanto tentamos esconder por vergonha, é exatamente aquilo que somos. Está tudo bem.

Têm pessoas que estão enfrentando a luta de ser elas mesmas, então você não estará sozinha.



Eu não sei vocês, mas sai desse bate-papo com a Van, super inspirada e percebendo que a simplicidade é a melhor forma de buscar uma conexão com a nossa criatividade. Deixar minha criança interior aflorar, quando a gente se permite ser quem se é, conseguimos expressar muito melhor a comunicação que queremos ao retratar nosso estilo pessoal.

E mais uma coisa para encher meu coração de alegria é que algumas das fotos que compõem esse post foram feitas por mim em parceria com a Van, naquele esquema de fotos online e prints. O resultado eu guardei para essa entrevista com muito carinho. As demais, foram feitas pela própria Van, um autorretrato desses né, mores ?!


M A I S +

+ TTUM 01 — Como ter um estilo inspirado na moda coreana com Pamela Rejane @pamrej

Espero que tenham gostado, nos vemos na próxima terça! Não se esqueçam de deixar nos comentários como você se sente com relação a criatividade e seu estilo ? Um interfere no outro ? Conta pra gente sua experiência e não deixe de seguir a @algumavanessa no instagram.


Acha que alguém têm tudo a ver com o TTUM ? Chama na dm do insta e vamos trocar uma ideia, quem sabe não vemos essa pessoa dando uma entrevista aqui.


Quer saber mais sobre o projeto ? Assiste esse vídeo aqui embaixo :


com amor,
sua consultora de estilo
Clara Rocha.

ENVIE POR WHATS APP TWEET ESSE POST SALVE NO PINTEREST POSTE NO FACEBOOK
esse post trata de:

Leia esses também

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

ENCONTRE-NOS

clararocha.cc leuxclair pinterest youtube